Assistência 24h

​Valor do seguro dos carros mais vendidos do Brasil no mês de abril
Qui - Maio 16, 2019 12:11 am  |  Artigo Acessos:407  |  A+ | a-
Fonte: Revista Apólice

A Minuto Seguros realizou um estudo com base na lista divulgada pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) com os carros mais vendidos no Brasil em março. O Onix, da Chevrolet, continua na liderança e teve o seu melhor mês de vendas em 2019: 19.619 unidades. O HB20, que já se consolida na segunda posição, teve 10.386 unidades comercializadas, cerca de 15% a mais que o mês de março. Desde janeiro as vendas do hatch da Hyundai vêm crescendo: de 7.249 em janeiro, saltou para 8.055 em fevereiro e atingiu 9.051 unidades em março. O KA, terceiro carro mais vendido do mês e do ano, teve um crescimento nas vendas: saiu 8.341 e foi para 8.772 em abril. Só que, mesmo com um bom mês de vendas, os dois veículos não ultrapassaram a quantidade de comercialização do Onix: 19.619 do hatch da Chevrolet contra 19.158 dos dois veículos.

Em abril, o preço médio do seguro do Onix, entre as cinco capitais cotadas, foi de R$1.922 para o público masculino. A queda, em comparação ao mês de março, é de cerca de 5%, quando o valor estava R$2.017. A queda do preço no seguro para o Onix se dá, principalmente, pela queda do preço do modelo na capital paulista, já que em abril, o valor médio é de R$1.118, o menor entre as cinco capitais cotadas. Além disso, esse valor em São Paulo foi o menor do ano. Em comparação ao último mês, por exemplo, a queda foi de 36%, bem agressiva, já que a média de variação de valores chegava, no máximo, a 5%, para mais ou para menos.

Sobre o perfil feminino para os preços do seguro do Onix, elas se mantêm pagando menos do que os homens: R$1.577, valor médio das cinco capitais cotadas e, também, o menor do ano. O valor é R$345 mais barato do que o valor médio pago pelos homens, na média. Para as mulheres, o valor da capital paulista também foi o menor entre as cinco capitais cotadas.

O Kwid, da Renault, teve um excelente mês de vendas e por menos de 1.500 unidades não passou o Ford KA e entrou no TOP3 dos mais vendidos do mês. O mini SUV ficou na quarta posição com a venda de 7.319 unidades. Outro ponto positivo para o Kwid foi em relação ao preço médio do seguro, que ficou em R$1.800 nas cinco capitais cotadas. O público feminino teve uma média de valor mais baixa, de R$1.657.

O Ford KA, terceiro carro mais vendido do Brasil, teve aumento nas vendas, mas ainda assim, não foi suficiente para alcançar o HB20: foram 431 carros a mais, o que totaliza 5%. Além disso, a Ford pode comemorar pois, pela primeira vez, o Ford Ka Sedan entrou na lista dos mais vendidos do país, ficando na nona posição, com 5.610 unidades, superando, inclusive, o Novo Polo, que ficou em décimo com 5.073 carros comercializados.

A Ford viu outra boa notícia que pode impactar positivamente as suas vendas para o próximo mês. O preço médio do seguro do KA para os homens foi de R$1.826, mais baixo que os R$1.899 de março. Já para as mulheres, outra queda significativa: para as mulheres de R$1.711 para R$1.502, algo em torno de 12%. Além disso, os moradores da capital paulista podem pagar no seguro do KA, valores abaixo de mil reais. Para os homens, com perfil médio de 35 anos, o valor ficou R$742,96, já para as mulheres, com o mesmo perfil, o preço ficou em R$735. É a primeira vez que um carro que está no TOP3 ficou com valor médio abaixo dos mil reais.

O preço do seguro médio do Ford KA, por mais um mês, foi o mais barato entre os três modelos mais vendidos do Brasil: R$1.522 para mulheres e R$1.826 para homens. O segundo lugar permanece com o Onix, com R$1.577 para as mulheres e R$1.922 para homens.

Análise do preço do seguro dos mais vendidos

A somatória dos 10 carros mais vendidos do Brasil continua apontando crescimento: em janeiro foram 70.889 comercializações; em fevereiro 71.694; em março, o número bateu 76.039 unidades; e em abril,  83.238. Em comparação com janeiro, por exemplo, a venda dos dez modelos mais comercializados do Brasil cresceu 17%. O preço do seguro médio desses 10 veículos ficou no valor de R$2.155 para os homens e de R$1.756 para as mulheres. Para ambos os sexos houve redução nos valores, 19% para as mulheres e 13% para os homens. O seguro, no mês de abril, ficou mais baixo em diversos sentidos e para diversos modelos de carros.

Quem paga menos pelo seguro?

Dentro destes perfis mencionados pela pesquisa da Minuto Seguros, o preço do seguro para o Kwid é o que apresenta a menor diferença entre as capitais cotadas para homens. O valor mais alto está no Rio de Janeiro com R$2.241 e o menor em São Paulo, por R$1.506, uma distância de R$735. No contraponto de diferença de valores, ainda citando o público masculino, o Renegade é que o que tem a maior diferença entre estados: R$2.914. A mais alta também no Rio de Janeiro, com R$4.113, e a menor em São Paulo, com R$1.119. Para os homens, a capital paulista é a cidade com seguro mais barato para nove dos dez veículos. Nos seguros com valores mais altos, o Rio de Janeiro é a cidade que detém os maiores preços: também nove dos dez modelos. O preço médio do seguro para homens, em São Paulo, cidade com menor custo, para os 10 carros mais vendidos é de R$1.293. Já no Rio de Janeiro, o preço médio foi de R$2.822.

No perfil feminino, o Kwid também foi o que apresentou a menor diferença entre as capitais cotadas, com uma diferença de R$700, do valor mais alto, que está no Rio de Janeiro, com R$1.968, para o mais baixo, que está em São Paulo, com R$1.268. Falando agora sobre a distância de valores mais alta, o Renegade ficou com a maior: R$2.109. A maior no Rio de Janeiro, com R$3.248 e a menor, também em São Paulo, com R$1.139. No âmbito do público feminino, São Paulo foi a cidade com o seguro mais barato para todos os modelos. Já os valores maiores estão concentrados no Rio de Janeiro, também, com todos os carros por lá. O preço médio do seguro em São Paulo, para as mulheres, ficou com R$1.150 e no Rio de Janeiro, R$2.241.

Para realizar o estudo, a Minuto Seguros considerou como perfil um condutor homem e uma condutora mulher, de 35 anos, ambos casados. Foram avaliados os preços dos seguros em cinco capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Teresina e Palmas).
Top